ABM - Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração

Estamos em home office. O suporte pelo tel (11) 5534-4333 estará indisponível nesse período.

Usiminas registra novas patentes

Empresa mantém o maior Centro de Pesquisas do setor siderúrgico na América Latina

A inovação é uma marca da atuação da Usiminas ao longo de quase seis décadas. A dedicação à pesquisa e o estímulo para que as equipes desenvolvam novas ideias e soluções colocaram a empresa como a siderúrgica brasileira que mais deposita patentes no país. Os exemplos mais recentes de trabalhos patenteados pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), autarquia responsável pelo tema no Brasil, vieram da Usina de Ipatinga, no Vale do Aço (MG).

Um dos registros é do dispositivo para realizar a troca (montagem e desmontagem) de algaravizes dos altos-fornos. O algaraviz é um tubo por meio do qual o ar é soprado para dentro do alto-forno para que aconteça o processo de produção de gusa, matéria-prima para fabricação do aço. Antes, essa troca era realizada manualmente pelo operador. Agora, utiliza-se uma parafusadeira elétrica ou pneumática que elimina a marreta e facilita a execução da atividade.

A segunda patente foi concedida a um sistema de ancoragem dos refratários de domos de regeneradores de altos-fornos aquecido por vapor d'água. Os regeneradores são equipamentos responsáveis pela elevação da temperatura do ar soprado dentro dos fornos e o domo é a parte superior de um regenerador.

O novo sistema de ancoragem evita a necessidade de desmontagem do regenerador, permitindo a troca dos refratários somente da parte inferior cilíndrica dos fornos, cuja execução é mais simples, mais rápida e mais segura, eliminando o risco de queda de materiais. Outro benefício importante do projeto é que o prazo de execução e o custo são bem menores do que os necessários para remoção e montagem de um conjunto de tijolos de refratários.

As duas novas patentes concedidas se somam a mais de 500 outras já conquistadas pela Usiminas. “Em 2020, já havíamos registrado três patentes, também de inventos desenvolvidos por equipes de Ipatinga. Esse trabalho de pesquisa e inovação é um diferencial competitivo importante para a companhia”, avalia Murilo Iglesias de Almeida, da Diretoria Corporativa de Pesquisa, Propriedade Intelectual e Padronização Tecnológica. Murilo ressalta que os colaboradores responsáveis pelo desenvolvimento têm seu nome no registro da patente como inventor e recebe um reconhecimento por parte da companhia.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Usiminas

Deixe seu comentário

Assine a newsletter

e fique por dentro de tudo sobre Metalurgia, Materiais e Mineração.

Publicações