ABM - Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração

Estamos em home office. O suporte pelo tel (11) 5534-4333 estará indisponível nesse período.

Pela primeira vez, Gerdau terá mulher à frente de suas operações industriais

Michele Robert assume a presidência da Gerdau Summit, joint venture voltada ao fornecimento de peças para a geração de energia eólica.

A Gerdau anunciou, nesta quarta-feira (25), a nova líder da Gerdau Summit, joint venture voltada ao fornecimento de peças para a geração de energia eólica, administrada em conjunto com as japonesas Sumitomo Corporation e Japan Steel Works (JSW). Michele Robert, engenheira de 43 anos, se tornou a primeira mulher a assumir o cargo de CEO dentro da companhia.

Mãe de duas filhas, a executiva trabalhou durante 18 anos na General Eletric (GE) e já morou em Buenos Aires, onde iniciou um curso universitário de Engenharia Mecânica no Instituto Tecnológico, finalizado nos Estados Unidos. A partir de agora, a unidade liderada pela executiva, localizada no município de Pindamonhangaba (SP), pretende aumentar sua operação para diversificar a atuação em outros setores, como mineração, açúcar e álcool, movimento que se mostrou necessário durante a pandemia.

Michele será responsável por cerca de 700 colaboradores. A gestão de uma mulher em uma operação da Gerdau converge com a transformação cultural que a empresa propôs a realizar nos últimos anos em relação à diversidade.

“A Gerdau terá uma mulher à frente de uma de suas operações industriais, o que está em linha com a transformação cultural pela qual a Empresa vem passando. Sem dúvida, este movimento da companhia significa uma grande referência para o mercado como um todo”, comenta a executiva.

Para alcançar as metas de ESG, cada vez mais importantes no mercado, a Gerdau já anunciou diversas iniciativas relacionadas à inclusão e diversidade, como programas de trainee e estágio exclusivo para mulheres, cursos de empreendedorismo voltados para regiões periféricas, entre outros. Com isso, a companhia espera não só gerar diversidade dentro da empresa, mas também contribuir para uma mudança na cultura do setor.

Carreira

Michele é engenheira industrial e mecânica, graduada pelo ITBA - Instituto Tecnológico de Buenos Aires e possui mestrado em Supply Chain pela University of Michigan. Tem mais de 20 anos de experiência, tendo atuado, ao longo de sua carreira, na Motorola e na GE, onde ocupou diversas posições de liderança no Brasil e nos Estados Unidos, até tornar-se CEO do negócio de Conversão de Energia para a América Latina. Mais recentemente, Michele estava atuando como CEO da Sterycicle.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Gerdau

Deixe seu comentário

Assine a newsletter

e fique por dentro de tudo sobre Metalurgia, Materiais e Mineração.

Publicações