ABM - Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração

Aciaria a Oxigênio

inscreva-se
Local: Ipatinga - MG - à definir
Horário: 08h00 ás 17h00
Endereço:
Data: 21 a 25 de outubro de 2019
Carga Horária: 40 horas
Objetivo:

O refino de aço em convertedor a oxigênio é abordado em 12 capítulos, compreendendo a teoria aplicada ao processo, equipamentos, matérias primas e insumos, práticas operacionais, refratários, controle ambiental e processos auxiliares.

São apresentados os fundamentos necessários ao entendimento dos fenômenos termodinâmicos e cinéticos, juntamente com informações e conhecimentos práticos e operacionais. Durante o curso serão abordadas experiências industriais, onde a discussão comparativa das diversas práticas promoverão um enriquecimento geral. 

Público-alvo:

Profissionais, instrutores, fornecedores e parceiros que atuam na área de fabricação de aço.

Requisitos:

Material necessário durante o curso: notebook

Observações gerais:

Incluído na Taxa de Inscrição
Certificado de participação (para alunos que tiverem uma presença mínima de 75% no curso)
Coffee-point
Material didático (enviado por meio de um link por e-mail).

Atenção
A ABM se reserva o direito de adiar o curso caso não haja quórum.

Nota: A inscrição do curso não garante a sua realização!  

O curso só será confirmado com a antecedência de uma semana da data de realização, pois é necessário quórum mínimo.

A confirmação ou o cancelamento do curso será feito por  e-mail e/ou contato telefônico.

Portanto, certifique-se de que o curso irá ocorrer antes de comparecer ao local.

A ABM reserva-se o direito de não arcar com os custos, caso ocorra o devido cancelamento da forma citada acima.

As inscrições só poderão ser canceladas até no máximo 10 (dez) dias úteis antes do início do curso e só será devolvido o equivalente a 80% (oitenta por cento) do valor pago.

O aluno poderá solicitar transferência de curso até no máximo 10 (dez) dias do início do curso no qual esta inscrito.

Só poderá ser feita substituição por outra pessoa faltando no máximo 72 horas (3 dias) para o início do curso, desde que formalmente comunicado e autorizado pelo setor responsável.

Corpo Docente:

Coordenação

Celso Dias Barão - Consultor

 

Docência

Antônio Augusto Martins - CSN
Breno Totti Maia - Lumar Metals
Carlos Antonio da Silva - UFOP
Celso Dias Barão - Consultor
João Domingos Guimarães de Athayde Júnior - Usiminas Ipatinga
Marcos Venturoli Auad – RHI-AG

Programa:

CAPÍTULO 1: INTRODUÇÃO AO REFINO DE AÇO EM ACIARIA A OXIGÊNIO

- Siderurgia no Mundo

- Siderurgia no Brasil

- Processo LD

- Produção de Aço

 

CAPÍTULO 2: TERMODINÂMICA APLICADA À PRODUÇÃO DOS AÇOS EM ACIARIA A OXIGÊNIO

- Conceitos Fundamentais

- Primeira Lei da Termodinâmica (Balanço Térmico)

- Equilíbrio Químico

- Segunda Lei da Termodinâmica

- Conceito de Energia Livre e Energia Livre Padrão

- Soluções Metalúrgicas

- Solução Ideal: Lei de Raoult

- Soluções não Ideais

- Aplicação em Processos de Refino de aços

 

CAPÍTULO 3: CINÉTICA DE PROCESSOS QUÍMICOS

- Sobre Cinética de Reações Químicas

- Partícula Impermeável e Consumível Reagindo com Meio Fluido

- Modelo Topoquímico

- Teoria dos Filmes

- Cinética no Processo LD

- Dessulfuração de Gusa ou Aço

- Modelo das Reações Múltiplas

- Teoria de Higbie

- Cálculo de Coeficientes de Transporte de Massa

- Cinética de Calcinação de Calcário

- Descarburação

- Modelo de Riboud

- Aplicação em Função da Basicidade Ótica

- Transporte de Oxigênio na Descarburação

- Adsorção e Nitrogênio

- Formação de Escória

 

CAPÍTULO 4: PRÉ-TRATAMENTO DE GUSA LÍQUIDO

- Manuseio de Gusa Líquido

- Dessulfuração em Carro Torpedo

- Dessulfuração em Panela

- Desfosforação em Carro Torpedo

- Desfosforação em Convertedor

 

CAPÍTULO 5: OPERAÇÃO DE REFINO DE AÇO

- Descrição do Processo

- Refino Primário

- Refino Secundário

- Layout Básico

- Ciclo de Operações no Convertedor LD

- Matérias Primas

- Reações de Refino / Formação de Escória

- Dissolução da Cal

- Padrão de Sopro

- Condições de Sopro

- Distância Banho-Lança

- Projeção de Aço / Escória

- Rendimento

- Controle do Processo

- Controle de Fim de Sopro e Vazamento

 

CAPÍTULO 6: CONTROLE DE PROCESSO

- Modelos de Controle Estático

- Modelos de Controle Dinâmico

- Modelo Físico Químico do Convertedor

- Balanço de Massa – Cálculo Preliminar

- Balanço de Energia – Cálculo Preliminar

- Balanço de Massa Final

- Filosofia de Operação da Sub Lança

- Controle Dinâmico por Sub Lança

- Controle Dinâmico por Análise do Gás de Exaustão

- Accusteel BOF Control System

 

CAPÍTULO 7: SOPRO COMBINADO

- Fundamentos da Injeção de Gás

- Sopro pelo Fundo

- Sopro Combinado

- Forno EOF

- Jato Coerente

 

CAPÍTULO 8: LANÇA DE OXIGÊNIO

- Teoria sobre o Fluido Dinâmico do Jato de Oxigênio

- Comportamento do Jato no Bocal

- Comportamento do Jato Fora do Bocal

- Influência do Bocal no Comportamento do Jato

- Influência da Temperatura no Comportamento do Jato

- Projeto de Bocal de Lança

- Refrigeração da Lança

- Interação do Jato com Banho Metálico

- Interação do Jato com Ambiente do Forno

 

CAPÍTULO 9: VAZAMENTO DE AÇO DO CONVERTEDOR

- Desoxidação e Ajuste da Composição Química

- Tópicos sobre Segurança Importantes a serem Enfatizados

- Objetivo Principal da Etapa de Vazamento

- Meios de Transferência da Escória do Convertedor para a Panela

- Processos e Técnicas de Retenção de Escória

- Sistemas de Detecção de Escória

 

CAPÍTULO 10: REFRATÁRIO PARA CONVERTEDOR LD

- Conceito de Projeto

- Estudo das Regiões e Mecanismos de Desgaste Relacionados

- Geometria e Estrutura do Revestimento

- Juntas de Dilatação

- Produtos Refratários Utilizados

- Aquecimento de Revestimento Refratário

- Processo / Operação X Solicitações sobre o Revestimento Refratário

- Mecanismo de Desgaste

- Técnicas de Reparo

- Slag Splashing

- Métodos de Inspeção

- Perspectivas Futuras

 

CAPÍTULO 11: CONTROLE AMBIENTAL

- O Aço e o Meio Ambiente

- Sucata de Aço

- Controle Ambiental

- Controle de Emissão Atmosférica em Convertedor

- Equipamento de Controle da poluição do Ar

- Gás Gerado – Despoeiramento Primário

- Manuseio de Gusa – Despoeiramento Secundário

- Geração e Uso de Resíduos

- Escória

- Lamas e Pós

- Água

 

CAPÍTULO 12: MEDIÇÕES NO CONVERTEDOR

- Controle da operação

- Fatores de Produtividade e Qualidade

- Determinação da Temperatura

- Medição Contínua de Temperatura

- Composição Química

- Amostragem no Convertedor

- Análise Química

- Determinação do Teor de Carbono

- Medição de Nível do Banho

Taxa de Inscrição:
Categoria Valor
Não Associado ABM 3.200,00
Funcionário de  Empresa Sócia ABM 2.880,00
Funcionário de  Empresa Mantenedora ABM 2.560,00
Associado ABM 2.240,00
Associado ABM Júnior 400,00
*Pessoa física que tenha interesse nas atividades relacionadas com os objetivos da associação, que esteja cursando técnico graduação ou pós graduação até completar 30(trinta) anos, ou aluno de doutorado bolsista com dedicação exclusiva, por no máximo 3 (três) anos consecutivos, mediante solicitação e procedimento específico, passível de aprovação pela diretoria. Em qualquer das situações o associado não poderá ter vínculo empregatício com entidades.